O dia em que o Homem-Aranha salvou a vida do filho de J. Jonah Jameson

Fala Spiderhead, beleza? Hoje trago para você uma história sobre o famigerado dia em que o Cabeça de Teia salvou John Jameson de um terrível acidente, então recarregue seus lançadores de teia, vista seu uniforme e vamos ao resgate!

Um herói desacreditado 

A história se inicia com Peter Parker extremamente chateado, ainda abalado pela recente morte de seu tio Ben e se culpando por não tê-lo salvado, o rapaz se vê num dilema aonde apenas a tia May ficaria com a carga de pagar as contas. Nada contente com essa situação, o garoto resolve que precisa voltar a fazer apresentações como Homem-Aranha para arrecadar algum dinheiro e auxiliar sua tia nas despesas do lar. 

Peter Parker irritado com tudo que vinha acontecendo com ele

   Já na escola, os outros alunos encontram uma notícia no jornal dizendo que o Homem-Aranha irá se apresentar, eles se empolgam com a notícia e discutem a possibilidade de ir, e para não perder o costume, zoam o pobre Peter Parker (que barra pesado para um garoto). 

Um show realizado, um pagamento complicado e um herói escorraçado 

Chegou o grande dia e o Homem-Aranha não decepciona, o show deixa os espectadores perplexos e rende um excelente público (só o Cabeça de Teia para fazer isso) porém, como nem tudo são rosas, chega a bendita hora do pagamento e um problema surge. O contratante diz que irá pagar a apresentação do herói em cheque para ajudar do controle de caixa e para isso precisa dar um NOME para validar o cheque. O Homem-Aranha sabendo que não pode revelar sua identidade, resolve pedir que o contratante assine o cheque em nome do Homem-Aranha (vai ser difícil descontar isso…) e assim é feito. Ao chegar no banco o herói se depara com outro problema, como alguém vai descontar um cheque em nome do Homem-Aranha? Mais uma vez o Cabeça de Teia toma uma rasteira da vida. 

   Como se tudo estivesse bem, surge uma matéria no jornal do Clarim Diário malhando o Homem-Aranha (mais uma cortesia de J. Jonah Jameson), e isso acaba acarretando no cancelamento dos próximos show do herói, pois o contratante teme que com tanta notícia ruim, o público acabe por linchar o nosso Showman em cima do palco. Ao ver, no caminho para casa, sua tia vendendo suas joias para arrecadar dinheiro, Peter Parker se enfurece por não conseguir ajudá-la. 

Um lançamento programado e um problema não avistado 

Mais um grande dia, é chegado o momento do lançamento da nave pilotada por John Jameson e, sem nada pra fazer, Peter Parker resolve se juntar aos espectadores ansiosos para assistir esse lançamento. 

Momentos antes do do vôo de John Jameson

   Finalmente a cápsula com John Jameson é separada do foguete e entra em órbita, o sonho estava quase realizado quando parte do sistema de orientação da cápsula se desprende e a nave acaba entrando em órbita desordenada e totalmente fora de controle. John Jameson tenta entrar em contato com o controle de solo, porém, eles já haviam identificado o problema e emitem um alerta vermelho. No desespero para salvar a vida de John Jameson, os técnicos tentam interceptar a nave usando uma rede de aço, mas sem sucesso. 

Um resgate realizado 

Embora os técnicos não soubessem o que fazer, a melhor solução estava a caminho! O tímido Peter Parker corre para casa e veste seu uniforme, dando lugar ao Espetacular Homem-Aranha. O herói vai rapidamente até o controle da missão para pegar a peça necessária e repor na cápsula desordenada, ao se aproximar do local, o Homem-Aranha ouve uma conversa de que não havia mais jeito de levar a peça até a nave em tempo, aí que ele se engana, existe sim uma chance e é a melhor. 

   O herói pede ao chefe do controle da missão a peça para que ele leve até a nave e faça o reparo necessário como sempre, J. Jonah Jameson fala algumas asneiras, mas o Homem-Aranha não se importa e vai até seu objetivo. 

   Sem tempo de chegar usando apenas a sua teia, o herói invade uma base militar (isso mesmo, uma BASE MILITAR) e, sem tempo pra pedir autorização, pega um jato “emprestado” e convence um piloto a ajudá-lo a levantar voo para que chegue a tempo antes da cápsula de John Jameson se espatifar no chão. 

   Vendo que não daria tempo de se aproximar o suficiente, o piloto avisa ao herói e o Homem-Aranha resolve tomar uma decisão arriscada: Lançar sua teia na cápsula se movimentando a uma velocidade extremamente alta e torcer para não errar.  

   Levando em conta que o Homem-Aranha é O Cara, ele consegue acertar a teia na cápsula e luta contra o vento para chegar até ela antes de ser arremessado para fora, mas como nada é tão ruim que não possa piorar, a cápsula começa a perder altitude e cair numa velocidade considerável.  

O herói finalmente chega até a ponta da cápsula e antes da cápsula chegar ao chão, consegue fazer a instalação da peça que era de encaixe fácil (ainda bem), e devolve o controle do equipamento para John Jameson que o havia perdido, soltando assim um paraquedas para um pouso calmo e tranquilo. 

Um jornal mal-intencionado

Após realizar o resgate e salvar o dia, o Homem-Aranha volta para casa e crê que J. Jonah Jameson deixará de pegar em seu pé, o pobre herói estava enganado… 

   No dia seguinte, na primeira página e em caixa alta, está estampada a seguinte frase: “Este Jornal exige que o Homem-Aranha seja preso e indiciado” (que cara mais mal-agradecido). O cara ainda tem a audácia de ir até o jornal e dizer que foi tudo armação do Homem-Aranha para roubar atenção, dizendo até que foi o próprio herói que sabotou a cápsula e cometeu um furto de um jato militar. 

Peter Parker vendo a matéria
J. Jonah Jameson difamando o Homem-Aranha

   No mesmo dia, lá estava o desolado Peter Parker caminhando pela rua e ouvindo as pessoas comentarem coisas ruins sobre o Homem-Aranha enquanto liam o jornal publicado pelo Sr. Mal-Agradecido. 

   Após toda a campanha difamatória, surge um cartaz de Procurado colocando o herói como um bandido de alta periculosidade e pedindo para quem tiver informações do Homem-Aranha, que contate o FBI (oferecem até uma recompensa pela captura). 

   Agora o herói está com seu destino e liberdade a mercê da opinião pública mesmo após salvar alguém, será que ele sai dessa? 

Considerações Finais 

O que achou dessa história? O Homem-Aranha é ou não é azarado? Deixe suas opiniões nos comentários. 

   Muito obrigado por me acompanhar até aqui. Siga-nos em nossas redes sociais, se inscreva no Formulário para receber as notificações por e-mail e acompanhe o blog para ficar por dentro do universo do Homem-Aranha. Vejo você no próximo artigo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do blog ? Siga-nos nas redes sociais