Primeira aparição do Abutre

Fala Spiderhead, beleza? Hoje trago para você uma história que conta a PRIMEIRA aparição do Abutre na revista do Homem-Aranha, então recarregue seus lançadores de teia, vista seu uniforme e vamos juntos conferir a origem do nosso vilão voador.

Os primeiros passos do vilão penoso e a ideia de Peter Parker 

Tudo se inicia com um cidadão caminhando calmamente na calçada segurando sua misteriosa maleta, quando surge de repente a sombra do que parecia ser um pássaro gigante. Em uma ação rápida, o Abutre agarra a maleta do homem recheada com uma fortuna em ações dentro dela e voa para o mais longe possível em um piscar de olhos. As pessoas que testemunharam o roubo ficaram surpresas em ver o vilão em ação e se indagaram de como um homem conseguia voar sem esforço e sem fazer nenhum barulho. 

Já na sede do Clarim Diário, nosso querido J. Jonah Jameson segue publicando artigos contra o nosso amigo Teioso e resolve lançar uma edição especial da Revista sobre o Abutre mas, ele tem apenas uma foto do vilão que não é o suficiente para uma publicação deixando ele muito furioso. 

Enquanto isso, no colégio, Peter Parker (que estava estudando) ouve uma conversa que soa como música para seus ouvidos. Flash Thompson e outros alunos estavam discutindo sobre como uma foto do Abutre valeria muito dinheiro por ser extremamente difícil de obter, tendo em conta que o vilão voa, logo, Peter Parker teve a brilhante ideia de conseguir essas fotos e levantar uma grana para ajudar com as despesas de casa. 

Chegando em casa, tia May dá uma minicâmera que era do tio Bem para Peter, que, subindo para seu quarto, coloca o uniforme do Homem-Aranha e vai atrás dessas fotos tão valiosas. 

Capa da primeira aparição do Abutre

As ameaças do Abutre e o plano perfeito

Em seu covil, o Abutre lê uma notícia no jornal que dizia que uma grande joalheria iria transferir milhões em diamantes para sua nova loja, na mesma hora surge a ideia de roubar estas joias, mas, como ele imaginava que todos estariam esperando um ataque dele, resolveu fazer um plano para executar o roubo. Após certificar-se de que ninguém o observava, o Abutre sai rapidamente de seu esconderijo e começa a voar pela cidade, neste mesmo momento, o Homem-Aranha que estava testando a câmera no topo de um prédio, identifica através do sentido aranha que tinha algo se aproximando. Sem notar a presença do herói, o Abutre sobrevoa a cidade e arremessa pelas janelas do Clarim Diário, Rádio Central e Departamento de Polícia um papel enrolado numa pedra o qual dizia: “Vou roubar os diamantes na cara de vocês!” (Tudo fazia parte de um plano (seja lá qual for) do Abutre).

Abutre lendo o jornal e descobrindo sobre as joias

Um rápido confronto e uns ajustes

Na afobação de conseguir mais fotos do Abutre, o Homem-Aranha acaba se descuidando e chutando uma pedra solta, o que alerta o vilão sobre alguma presença no local. Num ato de agilidade, o Abutre faz uma curva no ar que deixa o Homem-Aranha sem saber aonde ele está, o que abre brecha para ele atacar o herói por trás. Momentaneamente atordoado pelo ataque do penoso, o Cabeça de Teia é levado até uma caixa d’água, sendo arremessado lá dentro e deixado para morrer, no entanto, o choque com a água fria acaba fazendo o Homem-Aranha acordar e se dar conta de que está preso numa caixa d’água. Para sair, o nosso herói tenta utilizar suas teias, porém, o fluido já tinha acabado e ele teve que pensar em outra ideia. Utilizando de sua esperteza, o Homem-Aranha nada até o fundo da caixa d’água e dá um impulso tão grande que acaba por conseguir alcançar a saída do problema. 

Homem-Aranha encontrando o Abutre

Para a sorte do nosso amigo, a câmera que havia recebido da tia May não molhou e manteve acesa o sonho de vender as fotos do Abutre por um bom valor. Chegando em casa, o herói resolve fazer uns ajustes para que a falta de fluido de teia não volte a ser um problema. Em seu laboratório particular, ele começa a confeccionar fluidos de teia reservas e também um cinto para que possa levar esses itens extras, no entanto, ainda no seu quarto, o Homem-Aranha se questiona de como o Abutre consegue voar sem fazer nenhum barulho e, usando sua inteligência de gênio, ele resolve construir um aparelho que imagina resolver essa questão e derrotar o vilão de uma vez por todas.

Homem-Aranha fazendo uns ajustes no seu equipamento

A venda das fotos e o esperado ataque do Abutre 

Na manhã seguinte, Peter Parker telefona para J. Jonah Jameson na tentativa de vender as imagens, o já empolgado Editor não espera outra chance e manda o rapaz levar as fotos imediatamente até a sede do Clarim Diário para que ele consiga publicar com exclusividade. As condições que o jovem rapaz estabelece para vender as fotos é que ele não seja creditado pelas imagens, e sim, qualquer outro fotógrafo da Revista Agora, e assim é feito. 

Mais um dia se passa e chega o momento da transferência dos diamantes. Flash Thompson, Liz Allen, Peter Parker e outros alunos vão assistir ao “espetáculo” que seria essa empreitada. A área estava lotada de policiais, jornais e até emissoras de televisão, parecia de fato um espetáculo. O nosso saudoso rapaz ao ver toda essa segurança começa a imaginar que é quase impossível o Abutre conseguir efetuar o roubo nesta área, porém por precaução, Peter Parker resolve se afastar da multidão caso o Homem-Aranha precise entrar em ação, Flash o vê saindo e não perde a chance de fazer uma piadinha, no entanto, o garoto não liga e segue seu plano. 

Instantes depois, o carro-forte inicia o transporte das joias acompanhado do suporte aéreo e terrestre da polícia. Após chegar praticamente no destino, o carro-forte para e os policiais montam uma barreira em volta para averiguar a área, dado o sinal positivo, um homem (acompanhado por dois policiais) sai de dentro do carro-forte carregando as joias para levar até o destino, no entanto, eles passavam por cima de uma tampa de bueiro quando o Abutre sai lá de dentro rapidamente, roubando a caixa com as joias da mão do homem que a carregava frustrando totalmente as forças de defesa que esperavam um ataque aéreo do já conhecido vilão (esse era o famigerado plano que falamos anteriormente). 

Abutre roubando os diamantes

A luta final e mais algumas fotos 

Antes que os policiais pensassem em reagir, o Abutre volta ao esgoto e sobrevoa lá por baixo chegando, através de um túnel, até o metrô o qual ele se dirige à saída para voltar a voar ao ar livre, enquanto isso em um beco deserto, Peter Parker coloca seu uniforme de Homem-Aranha e sobe até um ponto alto o suficiente para ter visão das vias aéreas. Não demora muito para que seu sentido aranha identifique o vilão, iniciando assim uma perseguição aérea. 

O Abutre, que aparenta ter apenas um golpe, tenta utilizar mais uma vez sua manobra no ar para atacar o herói por trás, mas dessa vez o sentido aranha avisa o Homem-Aranha no último instante e ele consegue desviar do golpe disparando sua teia no pé do Abutre e chegando até ele. Na tentativa de derrubar o Teioso, o vilão tenta algumas manobras no ar, mas o herói não larga de seu pé e, na deixa do Abutre, o Homem-Aranha resolve utilizar o aparelho que ele havia construído em seu laboratório. Para o deleite do lado gênio do nosso Cabeça de Teia, o aparelho funciona e o abutre perde o controle de suas asas indo em direção ao chão. Chegando lá em baixo, um helicóptero da polícia já esperava pelo penoso e aproveita a chance para prender o vilão voador. 

Homem-Aranha segurando no pé do Abutre

O Homem-Aranha aproveita a chance para conseguir mais algumas fotos e vendê-las ao Clarim Diário no intuito de conseguir mais algum dinheiro. Agora é chegada a hora de explicar que raio de equipamento é esse que o herói construiu para deter o vilão. 

O voo silencioso do Abutre deu a dica ao Homem-Aranha de que ele usava uma forma de Energia Magnética para conseguir voar e, o equipamento construído pelo herói foi nada menos que um inversor Antimagnético, o que acabou por interceptar o vilão e salvar o dia mais uma vez. 

Homem-Aranha derrubando o Abutre usando o inversor Antimagnético que construiu

Considerações Finais 

Muito obrigado por me acompanhar até aqui, espero que tenha gostado de saber como se deu a primeira aparição do conhecido Abutre nas histórias do Homem-Aranha. 

Siga-nos em nossas redes sociais, se inscreva no Formulário para receber as notificações por e-mail e acompanhe o blog para ficar por dentro do universo do Homem-Aranha. Vejo você no próximo artigo. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error

Gostou do blog ? Siga-nos nas redes sociais